Notas Avulsas

quinta-feira, julho 20, 2006

Eu não entendo nada de futebol

Eu não entendo nada de futebol
Nem de ninguém nem de nada no mundo
Não entendo desse jogo de bola
De marmanjos uniformizados correndo
O tempo inteiro organizados de acordo
Com um esquema tático que nunca
Condissesse com o meu espírito mais íntimo
De anarquista rachante da ponta anárquica
Do anarquismo
Onde só sobrava eu e mais os escritores
Que eu tive o destemor de idolatrar.

Eu não entendo nada de futebol.
Nem de vida, nem de morte
Nem de desentender de quem quisesesse discutir
A razão de qualquer coisa
Ou quem ousasse me ligar no celular
Depois das sete horas da tarde
Depois do crepúsculo dos deuses
Quando já for tarde demais e você
Ousar me telefonar depois de oito anos
Como se eu fosse aquele mesmo que jogasse
Sempre no mesmo 5-5-0 apostando
No teu empate.

4 Comments:

  • Grande Balla, é o Lito, amigo. Escreves muito bem mesmo, não tenho dúvidas disso, embora um elogio meu não seja nada além disso, um elogio meu. Um grande abraço e volta e meia estarei por aqui. Grandes fotos de Santa, parque das ruínas, não sei se você sabe sou nascido e criado na Glória e Santa sempre foi um quintal da minha casa.

    By Anonymous Anônimo, at 20/7/06 10:07  

  • Ola Ballantines, lindo texto.
    Eu também nao entendo nada mesmo..
    So sei que é gol porque entra na rede.

    By Blogger Iara Alencar, at 20/7/06 18:29  

  • Lito, Iara, como é bom revê-los por aqui.

    É mais um pouquinho de sol que vocês trazem.

    Lito: rapaz da Glória e com Santa de quintal? É muita luz.

    Iara: no centro do continente. Palmas pra você. Adoro tua presença aqui.

    Obrigado. E obrigado aos demais.

    By Blogger cjb, at 22/7/06 15:59  

  • Valeu Balla, tu é brother. Conte com o amigo aqui pro que der e vier. Lito.

    By Anonymous Anônimo, at 24/7/06 14:40  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home