Notas Avulsas

quinta-feira, setembro 14, 2006


Mientras tanto, en Camagüey...

(essa é pro Hélio...)

O Condenado Cubano é encaminhado ao paredón.

Rejeita a venda nos olhos porque é cabra macho e quer encarar o chumbo de frente.

O pelotão de fuzilamento, saído há pouco da caserna, formado e disposto.

E na voz de comando do oficial se ouve:

--Pelotão, Preparar...

Fuzis sonolentos dos seis do pelotão machucam o silêncio do dia clareante.

--Pelotão, Apontar

E vão lá os recrutas sedentos da mira do sangue...



Eis que nesse momento brada o condenado:

--Que Muera Fidel Castro Ruiz!


E o Tenente, ao pelotão:

--Para Tudo.


E não é que ele para tudo.

O Tenente gira e dá dez passos pra chegar ao pé do ouvido do condenado.

Tomado de piedade, confidencia:

--Oye, chico, no compliques tu situación.

1 Comments:

  • hahahhahahahahaha...
    Muito bom!!
    Obrigado, Balla.
    /
    E o Flu passou pela falta de "sorte" e incompetência do foguinho.
    Avante, Flu.

    By Blogger chicodakombi, at 15/9/06 01:50  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home