Notas Avulsas

quarta-feira, setembro 20, 2006


A esmo

Isso mesmo.

Notas Avulsas cambaleava de uma coisa a outra coisa -- a seleção de '66 , a revolução da novela no texto de Bráulio Pedroso, incertezas quanto ao canal onde passava, Beto Rockefeller, e -- em meio a isso tudo -- nem tanto o Paulo José, que foi vizinho meu enquanto armei o acampamento provisório na C•rlos G••s, ali mesmo no Leblon, e sim da magnífica Dina Sfat.

Ela, talvez a mulher mais linda e incrivelmente desejável de todos os tempos desde Helena de Tróia.

Chorem, mortais.

Choro eu.

4 Comments:

  • Grande lembrança...

    A Dina que me vem à memória é a guerrilheira de "Macunaíma"...

    By Anonymous Anônimo, at 20/9/06 12:55  

  • Dina tinha um quê de Clarice Lispector,não é mesmo? Duas mulheres lindas, inteligentes e interessantérrimas! Grandes mulheres.Beijos,Christopher.

    By Anonymous Beatriz, at 20/9/06 18:25  

  • Que foto é essa da Dina Sfat hein, Balla, essa pequenininha? Bicho, vou embora enquanto há tempo. fui...

    By Blogger Lito, at 22/9/06 14:27  

  • Que saudade da TV em preto e branco!

    By Blogger chicodakombi, at 24/9/06 16:36  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home