Notas Avulsas

sábado, junho 30, 2007

Das Trutas

Antes



Depois



Ponha uma frigideira boa, grossa e anti-aderente ao fogo. Fogo alto. Fogo agressivo.

Assim que a panela estiver estalando de calor, deite umas gotas de azeite de oliveira. Claro que vai fazer fumaça. A idéia é essa.

Deite nela a truta, com pele e tudo. Pele pra baixo, claro.

Aos poucos a truta vai cozer, a translusência de sua carne virar-se-á em baça opacidade.

Antes desta opacidade total se der, vire a truta e retire-a de imediato da panela.

Transfira a truta a um prato.

Polvilhe-a com sal, um bom punhado de salsinha picada, um só tanto de sálvia, umas gotas de limão e um fiozinho de azeite.

Deixe descansar por um par de minutos e em seguida, devorar.

1 Comments:

  • Faltam 15 minutos pra uma da tarde.

    A fome já se manifestou. E olho essa truta e leio essa descrição. Por sinal, a Rosa gostou muito da tua narrativa, digo, receita. :o) E olhe que nisso ela é uma especialista. Mas eu também gostei. Refiro-me ao alentejano e, agora, também à truta.

    Gosto muito de truta. Mais ainda no Friz, em Penedo, sempre que possível.

    Quanto a Yellowstone, por enquanto é só sonho.

    Tá cheio de trutários e truticulores nessas serras de SP, MG e RJ.

    By Blogger Emerson, at 8/7/07 11:46  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home